Megaigrejas continuam abertas e dizem que fé cura coronavírus